Nossas ações

 
Mulheres Mãos Dadas

ATENDIMENTO

O acompanhamento individual visa a realização de orientações e encaminhamentos para a rede socioassistencial e intersetorial, sendo realizado pela assistente social e psicóloga.
Dentro desse item também estão incluídas visitas domiciliares para conhecimento da realidade das mulheres acompanhadas, para divulgação de informações, aproximação com a comunidade em que vivem e fortalecimento dos vínculos entre elas e a Associação.

 

Mulheres Mãos Dadas

Grupos

Grupo Qualidade de Vida:

Encontros entre os facilitadores e as usuárias, cuja tema será trabalhado por meio da entrega e divulgação de materiais educativos (textos, cartilhas, filmes, vídeos e reportagens) Palestras expositivas, técnicas de grupo com esclarecimento de dúvidas e  exemplificação de casos, fortalecendo interação com os temas tratados no curso através de
estratégia artístico-visual, do encaminhamento de tarefas de simples execução que visam a descoberta dos gostos, preferências e personalidades.  Em cada encontro é discutido um tema a partir de material compartilhado pela OSC (textos, cartilhas, filmes, vídeos e reportagens).

É semanal, quintas feiras das 14:30 as 16:00h.


Grupo Formação Cidadã:

Com o objetivo de trabalhar e fortalecer a atuação social das usuárias como multiplicadoras da
formação cidadã, direitos humanos, direitos das mulheres, gênero e combate à violência contra as mulheres, agregando conhecimento e informação sobre empregabilidade, autonomia financeira e protagonismo. 

Semanal ás terças-feiras das 14:30 as 16:00h.

 
 

CAPACITAÇÃO PARA ESCOLAS, PRIMEIRO E SEGUNDO SETOR

A equipe P.M.E – Advogadas, Assistente Social e Psicólogas atuam também em palestras e eventos realizados pela Instituição e em ou de empresas, escolas, Penitenciárias, indo até os locais levando conhecimento e informações importantes de prevenção e erradicação sobre Violência, seja doméstica, no espaço empresarial, escolas, Unidades Básicas de Saúde e comunidades carentes e assentamentos precários.

O P.M.E também está em ativa articulação com universidades e profissionais capacitados para palestrar e habilitar seus voluntários na temática da violência doméstica, afim de que a qualidade do serviço se mantenha com excelência na empatia, escuta e acolhimento.