Nossos projetos

Atualmente o PME possui três frentes de atuação:

ATENDIMENTO

Escuta e direcionamento aos atendimentos coletivos e singulares para tratar da garantia e efetivação dos direitos, da saúde emocional e psicológica, orientação jurídica e social.

PREVENÇÃO 

Nos esforçamos para o cuidado e tratamento das causas de vulnerabilidade, em principal à causa da violência doméstica e o cuidado integral à família.

EMPODERAMENTO

Despertar talentos, através de oficinas de convívio e fortalecimento de vínculos, e  capacitação para sua geração de renda e independência financeira.

 

ATENDIMENTO

Mulheres Mãos Dadas

MULHERES DIVERSAS FAIXAS ETÁRIAS

Após o acolhimento inicial, o público é direcionado para as atividades em grupo e individual para conhecer os seus direitos e deveres enquanto cidadãos, cuidar de sua saúde emocional e psicológica, e receber orientação jurídica e social.

Grupos semanais:

Prática Circular Reflexão, promoção da paz e resolução de conflitos.​

Qualidade de Vida Abordando temas como autoestima, auto aceitação, Saúde mental e relacionamento social, conflitos situacionais.

Grupo de Pais  Conversa reflexiva com profissionais sobre a parentalidade, como educadar os filhos afim de prevenção da violência no lar.

operação.png

CARCERÁRIO 

Resolução SAP nº 151 de 26.12.2018, que estabelece a Assistência e Promoção Humanitária às mulheres em situação de cárcere nas unidades prisionais: Ribeirão Preto e Guariba-SP.

PROJETO OPERAÇÃO RESGATE- Missão Em Prisões

Atividades semanais , humanizadas (rodas de conversa, grupos e atividades semanais com as psicólogas da instituição) e para edificação pessoal e espiritual. Além destes, também oferecemos capacitação profissionalizante, atendimento e suprimento de itens básicos, providenciando kits de higiene pessoal.

Os jogadores do rugby

ATORES DA VIOLÊNCIA 

Reeducação de comportamento para resolução de conflitos de modo não violento.  

Grupo para Homens

Atividades educativas semanais e pedagógicas o Serviço de Responsabilização e Educação contribui para a conscientização de homens sobre a violência de gênero como uma violação dos direitos humanos das mulheres, e para a responsabilização dos autores pela violência cometida; contribuindo para a prevenção e o combate à violência doméstica contra mulher afim de romper com comportamentos machista

PREVENÇÃO

 
Pilha de mão do grupo feliz

RODAS DE CONVERSA 

Grupos de pais mensais  visando a a desnaturalização da violência, Educação e Valores familiares, Mudança de Comportamento e a Cultura, Intervenção de medidas penais: punição apenas não resolve. Tem objetivo de buscar o enfrentamento, superação e a reeducação de pais e ou responsáveis através de discussões e reflexões para a desnaturalização da violência, formando multiplicadores.

flores silvestres

PROJETO

GERAR

Sensibilização e consciência nas escolas sobre a história da mulher, a construção cultural do machismo e da violência contra a mulher, desigualdade social de gênero. Através de atividades variadas, incentivar 

na construção da paz através de uma comunicação e ações não violentas pela igualdade social de gênero.

EMPODERAMENTO

 
Imagem1%20(2)_edited.jpg
  • Psicossocial - Psicóloga e Assistente Social

  • Psicológico 

  • Jurídico - orientação com Advogados

  • Operação Resgate- atendimento em grupo nas Penitenciárias e C.D.P.

Imagem1%20(4)_edited.jpg
  • P.H- para homens

  • Parentalidade - grupo de pais

  • Gerar - prevenção e educação em escolas

Imagem1%20(3)_edited.jpg
  • GAIA - grupo de apoio à mulheres em situação de violência doméstica e de gênero 

Imagem1%20(5)_edited.jpg
  • ELO - sensibilização da temática para setores públicos e privados

  • Impulse - capacitação para Oscs

CAPACITAÇÃO PARA ESCOLAS, PRIMEIRO E SEGUNDO SETOR

A equipe P.M.E – Advogadas, Assistente Social e Psicólogas atuam também em palestras e eventos realizados pela Instituição e em ou de empresas, escolas, Penitenciárias, indo até os locais levando conhecimento e informações importantes de prevenção e erradicação sobre Violência, seja doméstica, no espaço empresarial, escolas, Unidades Básicas de Saúde e comunidades carentes e assentamentos precários.

O P.M.E também está em ativa articulação com universidades e profissionais capacitados para palestrar e habilitar seus voluntários na temática da violência doméstica, afim de que a qualidade do serviço se mantenha com excelência na empatia, escuta e acolhimento.